11 de ago de 2015

61. Um pouco sobre o meu maior amor platônico!

Oi gente! Tudo bem?! Olha eu estou um pouco abatida, mas irei ficar bem. Não vou comentar demais sobre o assunto, pois não é necessário compartilhar aqui, já que gosto que este ambiente seja um lugar agradável de ler por mais que o nome seja "dor à tona". Então, agora chegou as provas, e eu estou bem ferrada, pois eu não aprendi nada. Eu tentei, juro que tentei. Ou seja, mais um motivo para eu me afastar do blog. Entretanto, fiquem tranquilos pois não irei deixar o blog em hiatus ou coisa do tipo, só aquelas sumidinhas básicas de sempre.

Mas, por que "Meia noite em Amsterdã?" É sobre isso mesmo que eu gostaria de falar e anunciar para vocês. Não é 'Meia noite em Paris' mas é em Amsterdã, o que não é tão ruim, já que Amsterdã é um cidade maravilhosa. Mas por que não Londres? Ou Japão? Porque Amsterdã é a minha cidade preferida, na minha opinião, é a melhor de todas! E a parte do 'Meia noite em' será uma nova tag que eu vou trazer para o blog, a partir desta postagem. Provavelmente, toda semana terá uma postagem do tipo, com cidades diferentes.

Meu maior amor platônico, Amsterdã

Munttoren, 1900.
Como explicar o quanto eu amo essa simples cidade situada no norte da Holanda? Ela é vanguardista, moderna, e tolerante (qualidades que também podem ser atribuídas ao país inteiro). Na minha opinião, são três características importantíssimas para eleger essa cidade, uma das melhores do mundo. A Holanda é pequena em área, mas muito próspera – no passado ela foi considerada uma potência e hoje possui algumas das maiores multinacionais do mundo instaladas em seu território. 

Há numerosos edifícios, igrejas, praças e pontes que merecem uma visita. Uma data bem interessante para visitar a cidade é o Dia da Rainha, em 30 de abril. Neste dia todos os habitantes da cidade vendem nas ruas todo tipo de coisas, principalmente objetos de casa que já não utilizam. A cidade transforma-se em mercado e numa verdadeira festa e as ruas ficam lotadas de gente vestida da cor da casa real, o laranja.

Se você quer conhecer a 'essência' de Amsterdã e fazer um passeio típico da cidade, existem duas opções:  fazer um tour de barco nos canais, onde você verá as proezas da engenharia, que protegem a cidade do mar por meio de diques, ou passear de bicicleta por entre eles.

Agora, se o seu assunto é história, visite a Casa de Anne Frank, local onde Anne e sua família ficaram escondidos durante a Segunda Guerra Mundial, e foi onde ela escreveu o seu famoso diário, com o relato de todas as angústias deste período.

A cidade é muito tolerante em alguns aspectos como drogas, religião e sexo – isso podemos ver isso no Bairro da Luz Vermelha (Red Light District), onde as garotas expõe seu corpo em vitrines, na Holanda a prostituição é legalizada, devido a isso os holandeses acham este tipo de exposição muito normal, inclusive o bairro é uma atração turística da cidade, onde circulam todos os tipos de pessoas. 

O espírito liberal que ela herdou da Idade do Ouro justifica o fato de nela existirem alguns cafés, os chamados coffeeshops, onde é autorizado o consumo de drogas leves e de existir uma indústria do sexo legalizada. No Bairro da Luz Vermelha as ruelas estão lotadas de sex shops, bares onde ocorrem espetáculos eróticos, cinemas eróticos e até um museu do sexo. 

Keukenhof (em português: Quintal da Chapaceira), também conhecida como o Jardim da Europa, situada nos Países Baixos (ao sudoeste de Amsterdã), é o maior jardim de flores do mundo. De acordo com a página oficial do parque Keukenhof, sete milhões de bolbo de flores são plantados anualmente no parque. Só de tulipas, existem cerca de 4,5 milhões plantadas no local. Ele recebeu mais de 45 milhões de visitantes nos últimos 60 anos.

A ideia para um jardim de flores nasceu em 1949 do então prefeito de Lisse, uma pequena cidade ao sul de Amsterdã. O objetivo seria ter uma exposição de flores onde floricultores de todo o país e da Europa poderiam mostrar seus híbridos o que ajudaria os Países Baixos, que são o maior exportador de flores do mundo. Keukenhof está aberta anualmente desde a última semana de março até meados de maio. O melhor período para ver as tulipas é em meados de abril, dependendo do tempo. 
Uma tour por Keukenhof - Parte I // Uma tour por Keukenhof - Parte II

Alguns fatos e curiosidades sobre Amsterdã

  • A cidade destaca-se pelo seu setor financeiro, sendo o quinto centro financeiro europeu. Com mão-de-obra qualificada no sector logístico, a cidade destaca-se por sua infra-estrutura que reúne um aeroporto internacional e um moderno porto marítimo.
  • Em Amesterdã encontra-se a conhecida fábrica de Cerveja Heineken, que também tem seu museu Heineken Experience.
  • Coffeeshops são estabelecimentos que não vendem álcool e onde drogas leves são vendidas e consumidas. Drogas leves incluem haxixe, maconha, medicamentos indutores do sono e sedativos. 
  • Amsterdã tem 1.200 pontes, 1.200 cafés, 51 museus, 2.500 casas flutuantes e 70 barcos.
  • Amsterdã Pride, é o maior festival gay da europa e ocorre em agosto.
  •  1/3 da População é composta por estrangeiros. 

Então galera, essa foi a postagem para anunciar o novo layout. Eu adorava o anterior, mas já estava na hora de trocar, e pretendo ficar um tempinho com esse. Enfim, eu espero que vocês tenham gostado. Falei um pouco sobre os principais pontos turísticos de Amsterdã, e sobre o meu grande amor por esta cidade. Comentem aqui em baixo o que vocês acharam sobre o layout, e sobre a postagem. Deem as suas opiniões sobre a Red Light District, pois tenho quase certeza que será polêmico este assunto, por isso venho preparada para ler vossas críticas (positivas ou negativas, desde que seja construtiva). Obrigada, e até a próxima!

9 comentários

  1. Também acho Amsterdã maravilhosa! A arquitetura é o que mais me chama a atenção, tão clássico e ao mesmo tempo tão moderno. Um dia ainda quero conhecer essa cidade!
    Sei como é isso de ter um amor platônico por algum lugar. O meu, por exemplo, é Budapeste, na Hungria. Pesquise por fotos depois e veja como é maravilhosa! A Hungria também é um país pequenininho, mas fantástico.

    Geek Coolture

    ResponderExcluir
  2. Oi Any! ❤️ Estou bem, obrigada! Sobre o esse novo quadro do blog eu amei, é muito minha cara essa coisa de viajar, por mim não iria fazer outra coisa além disso. Mas, como nada é como eu quero estou pelo Brasil ainda. Amsterdam também é uma das minhas cidadã preferidas e eu já até falei dela no blog, quero muito conhecê-la é um dos primeiros lugares que eu quero ir quando tiver condição de sair do Brasil, pode deixar que te chamarei pra irmos juntas. A história de Anne Frank é linda, porém tem um final muito triste. Vale muito a pena mesmo quando for visitar Amsterdam Jr no museu, a casa tem varias escadas e etc mas vale bastante a pena. Sobre o Ref Light Districy, acho que a pessoa se prostituí porque ela quer ou porque ela não tem outro emprego ou outra coisa no mercado de trabalho pra fazer e como isso praticamente é ganhar dinheiro fácil elas fazem. Ainda mais que no Brasil a prostituição é legalizada. Sobre os coffeshops super apoio. Café, maconha e essas coisas me chamaram a atenção. Sobre as tulipas me lembrando de A Culpa Das Estrelas o livro que Hazel era apaixonada, o homem das tulipas se não me engano. Sem contar que elas são realmente lindas. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi, oi ♥ Realmente espero que fique bem. Tente voltar assim que der, mas fique longe o quanto necessário. Espero que se dê bem nas provas, viu? <3
    Amsterdã também é uma de minhas cidades preferidas, sério. É tudo tão bonito, em sua maioria. O espírito liberal é uma das coisas que me encanta bastante na cidade, iqweji. Keukenhof é uma coisa fantástica, é lindo demais, pqp. Sobre a Red Light District, sei lá, bem louco. Esse tipo de coisa deveria ser considerada normal em todo canto do mundo, pois bem, o corpo é da pessoa e ela faz o que bem quiser com ele, né? Enfim. A Holanda em si é um país bacana demais.
    Enfim, adorei o post e a idéia do projeto "meia noite em" ♥ E AHH, O LAYOUT TÁ LINDO DEMAIS <3

    besos ♥ { escapis-m.blogspot.com }

    ResponderExcluir
  4. Já fui para Amsterdã e achei maravilhoso , tem pessoas muito educadas lá , lugares limpos e nenhum morador de rua !
    bju

    http://tudo-misturado2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Anye, tudo bem com você?

    Eu sei que não tem nada a ver com a postagem mas queria falar que eu me apaixonei pelo seu blog ♥
    AHHHHHHHHHHH, eu sempre tive muita vontade de viajar pra Amsterdam, serio mesmo, eu acho que é um lugar incrível com coisas incríveis eu queria muito andar naqueles barquinhos, sabe? Eu tenho um amor enorme por esse lugar maravilhoso, caralho.

    Eu não conheço a história "física" de Amsterdã, eu sempre procurei pelos pontos turísticos que eu poderia conhecer melhor, eu não ligo muito para certas partes e tal.
    Eu quero muito conhecer várias cidades de vários países e espero que um dia eu fique rica para isso.

    Eu não sabia que lá que ficava a fabrica da minha cerveja preferida ♥

    Com amor, Laura
    http://whereve-r.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Anye, tudo bom? Adorava aquele layout, mas só agora fui ver o nome do seu blog, achei tão legal - eu achava que doratona era tipo uma palavra em japonês, Deus haha. Seu post foi muito interessante, conseguiste prender minha atenção muito bem, adorei as escolhas.
    Eu já li sobre esse bairro em algum lugar, só não lembro onde, achei muito interessante e se em algum dia de minha vida for pra lá, com certeza visitaria! Casa da Anne Frank seria o primeiro lugar da minha lista, eu sou apaixonado pelos diários dela, cara, uma coisa tão simples mas que consegue te sugar pra dentro. Ótimo post :)

    enquantotipico.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, Any! Tudo sim. As minhas também estão chegando e eu estou começando a ficar apavorada. Boa sorte pra ti!

    Amsterdã é incrível, eu tenho uma vontade enorme de visitar e conhecer ♥ Eu não sei o que comentar da postagem ajkshaj É tudo tão lindo, com esse estilo meio antigo que eu adoro. Devo admitir que fiquei conhecendo um pouco mais da cidade por conta de ACEDE, a minha parte favorita do livro pe quando eles estão jantando com as flores caindo sobre eles. Que jardim lindo este <3

    Adorei a postagem.

    Com carinho, Clara

    // n-found.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bom?
    Eu vou bem, obrigada.

    Eu espero que esteja tudo indo bem agora. Vai passar, eu acho que vai, é só ter fé. As provas ainda estão bem longe para mim, e olha, o que eu disse que iria ser fácil, está sendo muito difícil.

    Eu amo toda a arquitetura dessa cidade. O jeito que ela foi construída, cada pedrinha das pontes, os lagos, as praças mds mds. Tudo lindo demais.
    Amsterdã é uma das cidades que eu quero muito, muito mesmo visitar. A casa da Anne é um dos meus destinos certeiros, eu fiquei sabendo dele por acede, o que me deu mais vontade de ir ver.
    Vou ter que visitar depois dos 18, me deu uma curiosidade imensa de visitar esse lugar fndsjf.
    Mds, esse jardim é lindo demais <3
    Amei demais a tag <3 continua com ela pf
    {sessão proibida} - s-sessaoproibida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Anyellen!
    Espero que fique melhor e que saia bem nas provas.
    Existe vários lugares lindos para conhecer, a maioria sempre usa Londres e Nova York, por aparecerem mais e sempre mostrarem os lugares lindo de lá, mas tem muitos lugares mais lindos ainda como Amesterdã, eu não conhecia, foi uma amiga que falou que o sonho dela era visitar esse lugar, e fui pesquisar sobre e me apaixonei realmente. Sem dúvidas esse lugar é maravilhoso <3

    Beijos || Leadership ~

    ResponderExcluir

Topo ↟