19 de dez de 2016

73. Superstições

FELIZ NATAL! Vocês estão ouvindo as musiquinhas que estou pondo no início das postagens? Se não estão, recomendo que comecem a escutar, pois estão desperdiçando o prazer de apreciar músicas incríveis! (A não ser que vocês não gostem deste estilo de música.) Enfim, estou bem triste. A minha saúde não está das melhores. Sim, já fui ao médico. Sim, estou tomando remédios. Não, não está melhorando. O cansaço, estresse, os problemas do dia a dia estão acabando comigo de dentro pra fora. É horrível se sentir assim. Essa monotonia é desgastante. 😔 

Estou escrevendo essa postagem, e deixando em rascunho, assim como fiz com as outras duas anteriores. Pois, recentemente, o Whindersson Nunes fez um vídeo falando sobre superstições, só que esse tema já estava anotado na minha agenda do blog faz um tempo. Então, não venham me falar que eu copiei, etc. Coincidências à parte, falarmos do tema em questão. Primeiramente, superstição é a crença baseada na ideia de que determinadas atitudes, números ou palavras trazem azar ou sorte. Podendo ser pessoal, religiosa ou cultural. 

Com certeza algum de vocês conhecem alguma superstição, gato preto dá azar, quebrar espelho dá 7 anos de azar, passar debaixo da escada dá azar, trevo de 4 folhas dá sorte, pé de coelho dá sorte, e outras coisas meio nada a ver. Por hoje, trouxe apenas cinco histórias supersticiosas, mas existem muito mais!
Embora não haja comprovação científica de que realmente funcionem, crendices de toda sorte resistem até hoje. E, acredite, elas podem não só ter influenciado como garantido a própria evolução humana. “Nos primórdios, indivíduos que faziam associações entre causa e efeito, mesmo sem embasamento racional – ou seja, eram supersticiosos -, tinham mais chance de sobrevivência”, diz o biólogo americano Kevin Foster, da Universidade Harvard. “Algumas dessas associações acabaram protegendo esses indivíduos de certos perigos.” (fonte: Mundo Estranho)
  • GATO PRETO
Devido a seus hábitos notívagos*, os gatos, principalmente os negros, eram associados às forças ocultas e à feitiçaria na Europa medieval: para muitos, os felinos seriam o disfarce usado pelas bruxas em suas andanças noturnas. Os bichanos pretos eram tão malvistos que, no século 15, o papa Inocêncio VIII os incluiu na lista dos perseguidos pela Inquisição. Birutices à parte, um estudo realizado no ano 2000 pelo Hospital de Long Island, em Nova Iorque, revelou que pessoas que têm gatos pretos em casa são quatro vezes mais vulneráveis a sintomas de alergia do que os que criam felinos de cor clara. Isso porque os bichanos pretos têm na pele maior quantidade de um tipo de proteína que pode agravar as reações alérgicas em humanos.
Significado de Notívago
adj.
Característica de quem caminha à noite ou possui uma rotina, hábitos ou costumes noturnos: quem não usa as noites para dormir é chamado de notívago.
  • PASSAR DEBAIXO DA ESCADA
De acordo com uma das teorias sobre a origem desta superstição, ela viria da associação entre o dogma cristão da Santíssima Trindade, que jamais deveria ser violado, e o triângulo formado pela sombra de uma escada encostada numa parede. Passar debaixo da escada seria como profanar o triângulo sagrado, um pecado gravíssimo. Outra hipótese é a de que a crença tenha surgido na Europa medieval, por causa dos ataques aos castelos. Como os invasores utilizavam escadas encostadas nos muros para invadir as fortalezas, a principal defesa era derramar óleo fervendo sobre os inimigos. Ou seja, quem estivesse debaixo da escada podia receber um banho fatal.
  • ESPELHO QUEBRADO
Entre os antigos gregos, um popular método divinatório consistia em usar uma tigela com água para refletir a imagem da pessoa que queria saber sobre seu destino. Se, durante a consulta, o recipiente caísse e quebrasse, era sinal de que a pessoa morreria ou teria dias nebulosos pela frente. Os romanos adaptaram o oráculo grego e acrescentaram que o infortúnio se prolongaria por sete anos, tempo que duraria cada ciclo da vida. Quando os primeiros espelhos de vidro surgiram, ainda na Idade Média, a superstição passou também a ter função econômica: como eram objetos muito caros, os empregados eram avisados de que quebrá-los dava azar. 
  • SEXTA FEIRA 13
A má fama da data está ligada a dois mitos. Primeiro mito: Loki, o deus do mal, penetrou na morada dos deuses, onde rolava um banquete para 12 divindades, e acabou matando o amado deus Balder. A partir daí, o número 13 virou sinônimo de desgraça. Outro mito conta que, quando os nórdicos* se converteram ao cristianismo, a formosa deusa do amor, Friga – cujo nome deu origem à palavra Friday (“sexta-feira”, em inglês) – foi transformada em bruxa e exilada numa montanha. Para dar o troco, ela passou a se reunir às sextas-feiras com 11 bruxas e o demônio – num total de 13 participantes – para amaldiçoar os homens. Para reforçar a crença, a Bíblia fala da reunião de 13 pessoas na Última Ceia, às vésperas da crucificação de Jesus, que se deu numa sexta-feira. A urucubaca em torno da data é tão grande que, segundo estudo da seguradora britânica Norwich Union, o número de acidentes nas sextas-feiras 13 é maior do que em qualquer outro dia: temerosas com a data, as pessoas ficariam mais nervosas ao volante. Detalhe: o aumento no índice de batidas é de 13%! E que dia é meu aniversário? Isso mesmo, dia 13. Qual é o número do partido político que está acabando com o nosso país? 13! 13! 13!
Significado de Nórdico
adj.
Que se encontra localizado no norte da Europa: território nórdico; nação nórdica.
  • BATER NA MADEIRA
Essa superstição está associada à crença de que as árvores eram a morada dos deuses. Sempre que se sentiam culpados de algo, batiam no tronco para invocar as divindades e pedir perdão. Costume ligado a povos primitivos pagãos. Os celtas, também tinham um costume parecido. Seus sacerdotes, os druidas, batiam na madeira para afugentar os maus espíritos, pois acreditavam que as árvores consumiam os demônios.
Poderia ter colocado mais, só que não queria deixar a postagem muito grande. Me conta aqui nos comentários qual sua opinião sobre superstições, se você acredita ou não, etc.
fonte: mundo estranho - ebah

4 comentários

  1. Feliz Natal (atrasado)! E que seu ano novo seja maravilhosos também!
    Eu estou escutando as músicas e gostando muito das suas indicações. Poxa, estou aqui na *energia positiva* para que você melhore e fique bem e que essa monotonia seja quebrada com alguma situação bem legal.
    Eu acho que nunca fui muito fã dessas superstições, fora as de ano novo (pulinhos de onda e outras coisas assim) que eu fazia só por diversão e pra rir com os amigos mesmo.
    Essa do gato preto é uma das mais famosas e uma das que mais dou risada. Se eu passar por um gato preto sou dessas que vai incomodá-lo pra dar carinho, então eu devo ter muito azar *risos*
    O número 13 é o tão temido dia em que tudo dá errado, mas pra mim poderia ser qualquer número, por que olha... talvez eu tenha quebrado espelhos demais de tanto azar.
    Eu não sei se acredito ou não. Talvez eu acredite mais na força do pensamento (bem good vibes) que a ação faz nas pessoas. Que nem tu comentou no parágrafo sobre a sexta-feira 13, as pessoas ficam nervosas e o risco de acidentes aumenta. Penso que quando a pessoa coloca toda a força do pensamento de que algo vai trazer sorte, ela fica mais positiva e mais disposta a tornar as coisas melhores. Consequentemente coisas boas acontecem, e *puf* a sorte está feita. O mesmo com as superstições de azar. É uma viagem, mas eu acredito nisso.

    Enfim, adorei a postagem!
    Beijos!
    mrs poirot

    ResponderExcluir
  2. Brasiiil Para tudo!!

    Eu sabia que no fundo essas superstições tinham um cunho história bacana!

    Mesmo mesmo assim, eu desviro chinelo e hoje mesmo não passei por de baixo de escada hahha
    Vai que...

    Lindo aqui
    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá,Anyellen! Como você está? Estou a escrever esse post ao som da música indicada por você. Sério? Espero que você melhore viu,é horrível ficar tomando remédio e ficar deitado em cama quase o dia todo pois da a impressão que eu estou vegetando. Que interessante esse assunto de superstições! Fique tranquila,odeio quando outras pessoas acusam outra sem ao menos saber a fonte e o porque de estarmos escrevendo sobre variados assuntos e sim realmente ouço sempre essas superstição de gato preto e tals.. Eu não acredito muito nisso,inclusive em assunto de signos entende? Eu gosto de ler pois tenho curiosidade mas não acredito... As que eu conhecia foi mesmo a do GATO PRETO e a do sexta - feira 13,não sie o porque mas fico com muito receio de sexta - feira 13 mesmo pra mim sendo um dia normal pois todas as sextas - feiras que passei foram tranquilas e já pra outras pessoas são os piores dias!
    Beijos ♡
    | reckless | e Hematomas

    ResponderExcluir
  4. Sim, tô ouvindo as músicas, inclusive não conhecia essa, mas adorei! Poxa, sinto muito por você não estar melhorando mas desejo melhoras e tô enviando energia positiva daqui, viu? Não acredito muito em superstições (aliás, já quebrei uns dois espelhos HAHA), mas adoro conhecer a história por trás delas! A única que eu conhecia era a do espelho e cara, é muito interessante saber dessas outras também!
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ❣

    ResponderExcluir

Topo ↟